Busca

QA: o que é e como o Quality Assurance pode ajudar o negócio?

15/05/2024

Provavelmente você já ouviu falar dessa área: QA ou Quality Assurance que aparece em uma das etapas de projeto na criação ou implementação de um site, por exemplo. É uma das etapas fundamentais para garantir o funcionamento de todo o projeto, seja ele qual for, um site e/ou aplicativo.  

 

O profissional de QA, chamado de QA Tester, é o responsável por testar toda a implementação antes de colocar no ar, ou seja, do GoLive. Essa etapa existe para garantir a qualidade dos produtos e o funcionamento de cada etapa desenvolvida, identificar possíveis problemas e apontar correções.  

 

Nas próximas linhas explicaremos melhor o que é um QA, quais as etapas fundamentais, o que faz um QA Tester e a importância de contar com essa etapa na implementação do seu negócio.  

 

 

QA - Quality Assurance

O que é QA?  

O que é QA? 

 

QA é a abreviação de “Quality Assurance” ou na tradução em português “Garantia de Qualidade”. É uma prática que visa garantir a qualidade de um produto ou serviço.  

 

No desenvolvimento de software, por exemplo, o QA envolve a execução de testes para identificar defeitos ou problemas antes que seja lançado para os usuários finais. Isso pode incluir testes de funcionalidade, desempenho, segurança, usabilidade, entre outros.  

 

O objetivo final do QA é assegurar que o produto ou serviço atenda aos padrões de qualidade estabelecidos.  

 

As etapas de QA 

 

Essas etapas podem variar dependendo do contexto do projeto. Além do mais, nem sempre um QA é feito por um QA Tester, algumas funcionalidades podem ser testadas pelo próprio desenvolvedor ou por outro desenvolvedor da equipe, mas manter todo o processo com o mesmo time operacional e seguir garantindo a qualidade.  

 

As etapas abaixo formam um ciclo contínuo de melhoria da qualidade. E o feedback dos testes é usado para aprimorar o produto e todo o processo de QA ao longo do tempo e para cada projeto com suas particularidades. 

 

  1.  Planejamento 

    Primeiro é preciso definir os objetivos do QA, os critérios de aceitação, os recursos necessários e o cronograma de testes. É importante entender os requisitos do cliente e as especificações do produto para orientar o planejamento do QA, seja por um profissional específico para isso ou com o desenvolvedor.

  2.  Análise de Requisitos 

    É crucial entender os requisitos do sistema ou do produto para garantir que os testes cubram todos os cenários relevantes. Deve-se revisar documentos de requisitos, especificações de design e demais pontos relevantes.

  3.  Elaboração de Casos de Teste 

    Após as etapas um e dois serem feitas, os casos de teste são criados para cobrir diferentes aspectos do sistema, como funcionalidades, desempenho, segurança, usabilidade entre outros. 

  4.  Preparação do Ambiente de Teste 

    É importante configurar um ambiente de teste que seja representativo do ambiente de produção, incluindo hardware, software e dados. 

  5.  Execução de Testes 

    Uma vez no ambiente de testes, é preciso executá-los. Isso pode incluir testes manuais, testes automatizados, testes de regressão e testes de desempenho, dependendo das necessidades de cada projeto.

  6.  Registro de Defeitos 

    Cada defeito, bug ou problema identificado, deve ser sinalizado, registrado em um sistema com outras informações detalhadas sobre como reproduzir o problema, a gravidade e demais informações relevantes para o desenvolvedor – ou outro profissional envolvido do projeto – resolver.  

  7.  Relatório de Resultados 

    Ao final dos testes, é preparado um relatório que resume os resultados dos testes, com o número de defeitos encontrados, a gravidade e outras métricas relevantes. 

  8.  Análise e Melhoria 

    Os resultados dos testes são analisados para identificar padrões, tendências e áreas de melhoria no processo de desenvolvimento. Isso pode levar a ajustes nos casos de teste, no ambiente de teste ou no próprio produto para melhorar a qualidade. 

  

E como uma etapa de QA pode ajudar em um projeto para o seu negócio? 

 

Uma etapa a mais em um projeto pode não ser uma boa ideia de início, pode passar a impressão de atraso do projeto ou dias a mais antes de ver a criação funcionar.  

 

Porém, o QA bem estruturado só traz benefícios para o seu negócio, como melhoria da qualidade do produto ou serviço, aumento da satisfação do cliente, redução de custos entre outros. 

 

Em resumo, o QA não é apenas sobre encontrar e corrigir bugs, é sobre garantir que um produto ou serviço atenda às expectativas de qualidade dos clientes e contribua para o sucesso geral do negócio. 

 

Sinta-se à vontade para nos chamar em caso de dúvidas ou comentários sobre o tema do artigo. Nossa equipe estará pronta para te atender